quarta-feira, fevereiro 14, 2007

Tomar partido

O que se tem passado nos ultimos tempos no CDS/PP, nada tem haver com a história desta Instituição Democrática, de facto temos assistido a vários incidentes que nada nos honram.
A ameaça de retirar a confiança política a Nuno Melo, levando-o a se demitir da liderança da bancada parlamentar, a purga feita em Évora , demostram uma escalda de desnorte e de tentativa de apagar o passado recente.
O delito de opinião tem sido a arma de arremesso desta direcção, ficamos esclarecidos, isto é , quem não compartinha da opinião tem que ser afastado, porque o CDS/PP não é dos militantes mas sim coutada privada destes senhores.
Temos pena que assim seja, mas não nos calam!!!!! Queremos um partido no arco da governabilidade; não nos esquecemos da nossa Doutrina e dos nossos Valores, mas queremos um partido do século XXI não um partido agarrado a 1980; queremos um partido onde a opinião se valoriza; queremos um CDS/PP de futuro em suma queremos "Fazer Futuro".
Estou solidário com Helder Cravo e daqui lhe mando um forte abraço.

3 Comments:

Blogger David Ramos Martins said...

Apesar de não acreditar no PP como partido apêndice (ou do arco da governabilidade) entendo que falta construir mais Partido Popular.

Quem é de Direita não tem uma figura de referencia que lidere um partido com expressão.

A teimosia pelo Centrismo Demo-Cristão levará o CDS a tornar-se residual. Urge ter um PP à imagem das nivas gerações que despertam na JP.

14 fevereiro, 2007 18:43  
Blogger David Ramos Martins said...

"novas

14 fevereiro, 2007 18:44  
Blogger André Barbosa said...

Ora, nem mais.

19 fevereiro, 2007 17:30  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home