terça-feira, outubro 24, 2006

Os ocupas PS e CDU

Os vereadores do PS e da CDU na câmara do Porto apresentaram hoje, na reunião do executivo municipal, uma proposta conjunta de deliberação tendo em vista a retirada da queixa-crime que a autarquia apresentou, na semana passada, contra o grupo que ocupou, durante 3 dias, parte das instalações do Rivoli – Teatro Municipal. Advogam estes senhores, que aquela acção não foi movida por qualquer motivação vândala, nem se traduziu em qualquer dano patrimonial, limitando-se os contestatários à privatização da gestão daquele equipamento a tentar desencadear um debate sobre a política cultural da edilidade.
Será de mim, ou o Rivoli foi ocupado ilegalmente por uns “ocupas” subsídio dependentes? Será de mim, ou os espectáculos tinham em média 30 espectadores, (provavelmente familiares e amigos dos actores)? Será de mim, ou após diversas tentativas para que os ocupantes do Rivoli abandonassem o teatro e permitissem o regresso à normalidade, a Câmara Municipal do Porto viu-se obrigada a participar o incidente ao Ministério Público e a solicitar, à Policia de Segurança Pública a reposição da legalidade?
Portanto só posso concluir, que os vereadores do PS e da CDU, ao pedirem a retirada da queixa-crime, são também defensores de ocupações ilegais. Alegam que não houve danos patrimoniais, mas omitem que houve danos não patrimoniais – imagem do Rivoli sai lesada, imagem da Câmara Municipal poderá ser lesada, os espectadores saem lesados, etc…

Há uns anos o Manuel Subtil, recentemente o BES e o Rivoli, já só falta o meu pequeno pónei, barricar-se…

2 Comments:

Blogger Alter-Real said...

O ponei não se barrica, mas também não sai do estábulo. E quando sai é a medo e volta depressa para o seu recanto.

25 outubro, 2006 00:27  
Blogger André Barbosa said...

É o chamado Manso.

25 outubro, 2006 01:12  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home