segunda-feira, fevereiro 26, 2007

Que futuro?

Em declarações ao Jornal Público (25-02-2007), o Dr. Ribeiro e Castro afirmou que não há necessidade de clarificações internas no CDS/PP.
Segundo o Dr. Ribeiro e Castro não há razões para “clarificações” internas, isto quando confrontado com a possível declaração politica do Dr. Paulo Portas. Mas vai mais longe, afastando um possível cenário de congresso extraordinário.
Ora, diz-me o senso comum que em primeiro lugar deve-se arrumar a casa e só depois seguir em frente. Construir a casa pelo telhado, nunca me pareceu ser uma opção valida. Se actualmente não vivemos um dos melhores momentos do Partido, por alguma razão será. Factos para encontrar respostas – infelizmente – não faltam. Pois bem, foi retirada a confiança politica a Nuno Melo, o caso Évora, o distanciamento das bases, a fraca agenda politica, os resultados das sondagens que mostram valores inimagináveis, o combate às opiniões contrárias, etc. Hoje em dia, o CDS/PP não vai para além de 2/3 notícias por semana, sendo que estas nem sempre são pelos melhores motivos. Esta direcção retrocedeu aos anos 80, a nível ideológico. Basta! Não é este, o CDS/PP que quero. Ainda em declarações ao mesmo Jornal, foi dito: “Eu falo dos temas que estão na agenda politica do CDS e que vão ao encontro daqueles que são os temas que preocupam os Portugueses”, isto em relação à possibilidade do Dr. Paulo Portas se apresentar como uma alternativa à liderança. Ora, mas que temas? O 103º aniversario do Sport Lisboa e Benfica? Dr. Ribeiro e Castro, será fuga para a frente? Será receio de perder a liderança? Ou simplesmente, será insegurança?

Urge encontrar uma solução, o mais rápido possível!!!

1 Comments:

Blogger André Machado Carreira said...

eu já encontrei a solução há imenso tempo! acho que está para chegar!

27 fevereiro, 2007 10:49  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home