quinta-feira, janeiro 03, 2008

Filmes d'ontem 003 - DRUGSTORE COWBOY, No trilho da droga

No trilho da Droga, de Gus Van Sant, assistimos a um relato divertido e tocante sobre a problemática da toxicodepedência. Seguimos os membros de um "bando de drogados", chefiado por Bob (Matt Dillon), que alimentam o seu hábito através de assaltos a farmácias em Portland, Oregon. Os pequenos crimes e as vidas monótonas dos toxicodependentes são retratados pelo realizador sem qualquer espécie de moralismos, puritanismos ou comentários. Mas a natureza frágil das relações dentro do bando e, em particular, o amor malfamado entre Bob e a sua mulher, Dianne (Kelly Lynch) são por um lado, optimamente observados e, por outro lado, admiralvelmente interpretados.
Mesmo que o argumento nos pareça um tanto "básico", existe uma tragédia bem real à medida que o filme se aproxima do seu desenlace final. Quando um dos membros do gangue morre de overdose e Bob tem de retirar clandestinamente o seu corpo de um motel que alberga uma reunião anual de polícias e, em seguida, enterrá-lo, o protagonista decide mudar de vida. Numa clínica de desintoxicação reecontra-se com um velho amigo, um sacerdote toxicodependente (William Burroughs), onde as conversas entre os dois representam o seu último aceno a um mundo que acabam de deixar. Estes diálogos finais são sem dúvida exelentes. Aconselho vivamente No trilho da droga, um filme de 89 premeado no Festival de Cinema de Berlin.

3 Comments:

Blogger tiagofreitas said...

GUS VAN SANT...sem duvida brilhante...vejam o ultimo filme do mesmo agora em cartaz...PARANOID PARK

04 janeiro, 2008 00:04  
Blogger André Barbosa said...

Já vi o Paranoid Park e, sinceramente, não achei nada de especial!

04 janeiro, 2008 12:16  
Blogger Gon�alo said...

Subscrevo a opinião do André. Gosto especialmente da realização "e derivados", mas de facto o argumento deixa muito a desejar.

04 janeiro, 2008 19:13  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home