sexta-feira, dezembro 28, 2007

Filmes d'ontem 002 - CINEMA PARAÍSO

Marcado por um toque autobiofráfico, este filme do realizador italiano Giuseppe Tornatore é uma evocação nostálgica da sua infância, mas também daqueles tempos ditosos antes da televisão quando as pessoas iam ao cinema. A obra conta a história de um realizador que, depois da sua mãe lhe contar que "morreu o Alfredo", começa a recordar-se dos anos 50, quando era rapaz, e vivia numa pequena vila da ilha de Sícilia onde passava grande parte do seu tempo no Cinema Paraíso. Aí, tornara-se amigo do projeccionista Alfredo (Philippe Noiret), sendo este uma figura "paternal". Ao ficar cego num incêndio, Alfredo consegue prosseguir com o seu ofício graças à ajuda da criança. Tudo na vila acontece em torno do já referido local de entretenimento, de encontro, de conversa.
O público do cinema é composto por figuras bizarramente encantadoras, em particular o padre que assume um papel "inquisitório" onde cortas as cenas "mais picantes". Cinema Paraíso é sem dúvida um filme que combina humor com nostalgia, tornando-se aprazível e caloroso. dada a relação entre o rapaz e o projeccionista. Já um verdadeiro clássico do cinema europeu em geral, do cinema italiano em particular.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home