quinta-feira, outubro 26, 2006

Um Grande Português


Ao visionar o debate sobre o programa " Grandes Portugueses", não me coibo de declarar aqui o meu voto.
O meu voto foi para um grande rei português, apesar de ter reinado por poucos anos - D. Pedro V, cognominado "O Esperançoso", "O Bem-Amado" ou "O Muito Amado".
El-Rei D. Pedro V, nasceu a 16 de Setembro de 1837 , foi Rei de Portugal de 1853 a 1861. Era o filho mais velho da Rainha D.Maria II e do seu consorte D.Fernando II.
El-Rei D.Pedro V foi um monarca capaz e trabalhador, que se esforçou por melhorar as condições de vida dos portugueses. Esta consciência foi fruto de uma educação cuidada, que incluíu trabalhos cívicos junto das populações e viagens pelo estrangeiro. Sob a orientação do seu pai, El-Rei D.Pedro V procurou a modernização do país, implementando infrastruturas como estradas, inaugurou o telégrafo e os caminhos de ferro em Portugal, defendeu acerrimamente a abolição da escavatura. A saúde pública foi outra das suas preocupações. Juntamente com a mulher, a princesa D.Estefânia de Hohenzollern-Sigmaringen, fundou hospitais públicos e instituições de caridade.
El-Rei D.Pedro V morreu a 11 de Novembro 1861,com apenas 24 anos, provavelmente de cólera. A sua morte provocou uma enorme tristeza em todos os quadrantes da sociedade. Não tendo filhos, foi sucedido pelo irmão, o infante D. Luís.
Jaz no Panteão dos Braganças, no mosteiro de São Vicente de Fora em Lisboa
“Foi um cometa que iluminou a dinastia dos Braganças”.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home